Exército de Israel anuncia suspensão diária de atividades em Rafah para “fins humanitários”

Exército de Israel anuncia suspensão diária de atividades em Rafah para “fins humanitários”


Os militares israelenses anunciaram neste sábado (3) uma suspensão diária de “atividades militares” em Rafah, a cidade mais ao sul da Faixa de Gaza, e em Deir Al-Balah, até o dia 7 de março para “fins humanitários”, segundo disse o porta-voz das Forças de Defesa de Israel (FDI), Avichay Adraee.

A passagem de Rafah, fronteira com o Egito, onde a maior parte da ajuda foi entregue a Gaza, funciona agora a um ritmo reduzido, e a passagem alternativa de Kerem Shalom, em Israel, está bloqueada por manifestantes que apelam à libertação dos reféns detidos pelo Hamas.

Em coordenação com Israel, vários países optaram por lançar ajuda aérea em Gaza para substituir o número decrescente de ajuda que chega por terra por caminhões. O presidente dos EUA, Joe Biden, disse na sexta-feira que os EUA começarão a distribuir ajuda alimentar por via aérea ao povo de Gaza, o que começará “muito em breve”.

Adraee postou o cronograma de suspensão no sábado no X.

Planos de Rafah

Esta semana, os militares israelenses apresentaram ao gabinete de guerra um plano para “evacuar a população” de Gaza das áreas de combate, entre avisos de que uma ofensiva em Rafah terá lugar em breve.

A maioria da população de Gaza – mais de 1,5 milhão de pessoas – está agora amontoada numa extensa cidade de tendas em Rafah, o único espaço considerado seguro para os palestinos que fogem do norte e do centro de Gaza.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu prosseguir com a campanha, apesar dos terríveis avisos internacionais.



Fonte de Dados: CNN BRASIL

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo