Daniel Alves é convocado para ir à tribunal espanhol, diz jornal

Daniel Alves é convocado para ir à tribunal espanhol, diz jornal


O Tribunal Provincial de Barcelona convocou todas as partes envolvidas no julgamento de Daniel Alves para comparecerem à corte, nesta quinta-feira (22).

Havia previsão da divulgação do resultado da sentença de Alves, acusado por estupro de uma jovem em uma boate, para o dia 7 de março. Porém, com a convocação, é possível que o resultado do julgamento seja lido nesta quinta. As informações são do jornal espanhol La Vanguardia.

O atleta já foi comunicado que deixará o presídio Brians 2 nesta data. Além dele, foram convocados a promotora Elizabeth Jiménez, a advogada da vítima, Ester García, e a advogada do lateral, Inés Guardiola. Um colegiado, formado por três juízes, é responsável pela sentença.

O julgamento

O julgamento do lateral-direito Daniel Alves, acusado de agredir sexualmente uma mulher em uma boate de Barcelona, em dezembro de 2022, chegou ao fim no dia 7 de fevereiro e durou três dias. Foram ouvidas testemunhas, a vítima, peritos e o acusado.

Em depoimento, o jogador chorou, alegou uso excessivo de bebida alcóolica e negou que tenha praticado estupro. Na época, a vítima tinha 23 anos. Ela acusa o jogador de agressão sexual dentro de uma boate, em Barcelona.

Dani Alves, preso preventivamente desde janeiro de 2023, e continua na prisão até sair o resultado do julgamento.

Os juízes responsáveis pelo caso são: Isabel Delgado Pérez, Luis Belestá Segura e Pablo Díez Noval. O processo ainda tem duas instâncias, o que significa que a parte que perder ainda poderá recorrer.

Se Daniel Alves for absolvido

Se o jogador for inocentado, será liberado imediatamente e poderá sair do território da Espanha. O lateral já não teria nenhuma pendência com os órgãos judiciários e poderia recuperar seu passaporte e voltar a uma vida normal, sem restrições.

Em caso de condenação

Se condenado, Alves pode receber uma pena entre 4 e 12 anos de prisão. O período em que ele passou preso desde janeiro de 2023 já é considerado no cumprimento do tempo total da sentença.

O jogador já depositou 150 mil euros, que podem reduzir a pena até pela metade, a depender da juíza do caso. Esse valor indenizatório é considerado atenuante de reparação do dano causado.

No mesmo cenário, Alves ainda pode apelar a outro tribunal. A esta sentença cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça de Catalunha, e, se confirmar a condenação, teria a última apelação ao Tribunal Supremo, em Madrid.

O jogador deve cumprir a pena na Espanha, pelo crime ter acontecido e sido julgado em território espanhol. Caso o brasileiro queira cumprir a sentença em seu país, deveria fazer uma petição à justiça, que provavelmente seria acatada.

Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas



Fonte de Dados: CNN BRASIL

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo