Com Gabigol, veja lista dos maiores artilheiros da Libertadores

Com Gabigol, veja lista dos maiores artilheiros da Libertadores


Toda grande competição vem acompanhada de grandes nomes. Na Libertadores, não é diferente. Entre os brasileiros, o maior artilheiro é Gabigol, com 31 bolas nas redes entre passagens por Santos e Flamengo — sendo bicampeão, em 2019 e 2022, com a camisa rubro-negra, inclusive marcando todos os gols nas finais destas temporadas e ainda na decisão contra o Palmeiras, em 2021.

O segundo brasileiro com mais gols na Libertadores é outro bicampeão continental, Luizão, com 29. O centroavante, ídolo de Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Flamengo e Vasco, conquistou o título marcando gols nas finais de 1998, com o Cruz-maltino, e em 2005, com o Tricolor.

Mas ambos estão distantes do maior artilheiro da Libertadores, Alberto Spencer. O equatoriano fez 54 gols, 48 com o Peñarol e seis com o Barcelona de Guayaquil. Pelos carboneros, foi campeão uruguaio em 1959, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967 e 1968; da América em 1960, 1961 e 1966; e mundial, em 1961 e 1966.

Outras figurinhas carimbadas no futebol brasileiro que aparecem entre os dez maiores artilheiros são o argentino Lucas Pratto (ex-Atlético-MG e São Paulo, autor de 30 gols na Libertadores e campeão em 2018 com o River Plate) e o uruguaio Pedro Rocha (ex-São Paulo, autor de 37 gols, tricampeão da América e bicampeão mundial com o Peñarol nos anos 1960).

Confira os maiores artilheiros da Libertadores

  • Alberto Spencer (Equador) – 54 gols
  • Fernando Morena (Uruguai) e Pedro Rocha (Uruguai) – 37 gols
  • Gabigol (Brasil) e Daniel Ónega (Argentina) – 31 gols
  • Júlio Morales (Uruguai) e Lucas Pratto (Argentina) – 30 gol
  • Luizão (Brasil), Juan Sarnari (Argentina) e Anthony de Ávila (Colômbia) – 29 gols



Fonte de Dados: CNN BRASIL

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topo